Marcadores principais

Resenha literária: Lola e o Garoto da Casa ao Lado, de Stephanie Perkins

1.11.13


Título: Lola e o Garoto da Casa ao Lado.
Autora: Stephanie Perkins.
Editora: Novo Conceito.
Número de Páginas: 288.
Sinopse: A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda… Acredita em trajes. Quanto mais expressiva for a roupa — mais brilhante, mais divertida, mais selvagem —, melhor. Mas apesar de o estilo de Lola ser ultrajante, ela é uma filha e amiga dedicada, com grandes planos para o futuro. E tudo está muito perfeito (até mesmo com seu namorado roqueiro), até os gêmeos Bell, Calliope e Cricket, voltarem ao seu bairro. Quando Cricket — um inventor habilidoso — sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para a vida de Lola, ela finalmente precisa lidar com uma vida de sentimentos pelo garoto da casa ao lado.
Livro no: Orelha de Livro - Skoob.

Repare nos coraçõezinhos fofos ao lado da numeração das páginas ♥.


Vou começar essa resenha com um fato: Stephanie Perkins ganhou uma nova fã. Eu já estava doidinha para ler algum dos livros dela faz um tempão, e minha mãe, que sabia muito bem desse meu desejo, me deu Lola e o Garoto da Casa ao Lado como presente de aniversário adiantado ♥. E que presente incrível! Esse é o tipo de livro que você começa a ler e simplesmente não quer parar mais.

O livro é narrado por Lola, uma jovem de 17 anos, que se veste de uma forma, digamos, diferente. Ela não acredita em moda, e sim em trajes. Tem uma coleção com várias perucas, e possui inúmeros figurinos diferentes, porque segundo ela, a vida é muito curta para sermos a mesma pessoa todos os dias.
Ela tem dois pais gays super protetores e namora um garoto chamado chamado Max, que é um roqueiro tatuado, maconheiro e cinco anos mais velho que ela, e que na opinião dos pais da Lola, não serve pra ela (na minha opinião também, só pra constar).

Lola tem três desejos: 1º participar do baile de inverno da escola vestida de Maria Antonieta. 2º que seus pais aprovem seu namorado, Max. 3º Nunca, jamais, em hipótese alguma, voltar a ver os gêmeos Bell. Mas para o seu azar, o 3º desejo não se realizou.
Em um certo domingo de manhã, Lola saiu passear com sua cachorrinha Betsy, e nesse passeio ela percebeu que a casa ao lado da sua estava sendo habitada por novas pessoas. Já ha dois anos a casa vive mudando de moradores, mas mesmo assim, Lolava fica sempre nervosa em dias de mudança.

O motivo desse nervosismo todo, é que até dois anos atrás, moravam naquela casa os gêmeos Caliope e Cricket Bell, que já foram, na infância, os melhores amigos de Lola. Aqueles que ela nunca mais quer ver, em hipótese alguma. Acontece que, ainda crianças, Caliope e Lola deixaram de se falar, porque Caliope parou de gostar dela. O Cricket se afastou por um tempo, mas depois reaproximou-se de Lola e os dois se tornaram amigos inseparáveis. Só que Cricket acabou magoando muito Lola - por um motivo que eu não vou contar, descubra lendo - e pouco tempo depois se mudou. Detalhe: Lola era completamente apaixonada por ele.
“Claro que me apaixonei por ele. 
Claro que isso acabou mal.”
- Página 35.
Para o desespero dela, é exatamente a família Bell que está de volta. Cricket é novamente o garoto da casa ao lado.
Mas agora Lola está namorando Max, não é mais apaixonada por seu vizinho. E ela tenta, com todas as suas forças, não voltar a sentir o que um dia já sentiu por Cricket Bell, porque afinal de contas, Max é o cara certo. E Cricket já a fez sofrer muito (ou ao menos era isso que ela pensava). Mas Cricket e Lola se reaproximam rapidamente, mesmo contra a vontade de Lola, e aí ela se vê sem saída: está na hora de assumir seus verdadeiros sentimentos. Embora, para isso, antes ela precise descobrir o que realmente está sentindo - por mais óbvia que a resposta possa parecer.
“- Acha que as coisas têm que ser fáceis? Pra funcionar?
A cabeça de Cricket se ergue subitamente, os olhos saltados como para captar o que eu quis dizer.
- NÃO. Digo, sim, mas... às vezes, há... circunstâncias atenuantes. Que impedem as coisas de serem fáceis. Por um tempo. Mas daí as pessoas superam essas circunstâncias... e...
- Então, você acredita em segunda chance? - Mordo o lábio.
- Segunda, terceira, quarta. O que for preciso. Por mais tempo que leve. Se for a pessoa certa - ele acrescenta. 
- Se essa pessoa for... a Lola?
Dessa vez, ele retém meu olhar. 
- Só se a outra pessoa for o Cricket.”
- Página 231.
Eu classifico esse livro como perfeito, sem mais. Os personagens, o desenrolar da história, a narrativa de Stephanie Perkins, até mesmo os aspectos físicos do livro, como a capa e diagramação... É tudo incrível. Super recomendo a leitura, o livro é leve e apaixonante. E para quem já leu Anna e o Beijo Francês (o que não é meu caso), pode se animar ainda mais, porque os protagonistas desse livro também estão presentes em Lola e o Garoto da Casa ao Lado.
“- É divertido escrever uma crítica quando você odeia o filme - ela me disse mais cedo. - É fácil falar sobre coisas que a gente odeia, porém às vezes é difícil explicar por que exatamente a gente gosta de algo.”
- Página 50, Anna.

Seleção de quotes:
“ - Os livros de história estão cheios de mentiras. Quem vence a guerra conta a história.”
- Página 192, Cricket.
“É estranho. Eu, a verdadeira eu, sou uma desconhecida.”
- Página 235.
“- Sei que você não é perfeita, mas são as imperfeições de uma pessoa que a torna perfeita para alguém.”
- Página 277, Cricket.

Classificação:  + 
Espero que tenha gostado da resenha. E você, já leu Lola e o Garoto da Casa ao Lado?
♦ Beijo grande e até a próxima postagem ♦

11 comentários:

  1. Ai que felicidade!
    Eu aqui todo entediado, e você vem com um post, eu conheci se blog ontem e estou apaixonado! É tão perfeitinho sabe? Me sinto até confortável de estar no seu cantinho, quanto ao livro, você acabou me dar uma ideia, estou trocando alguns livros pelo skoob, e acredito que seja muito bom esse livro, pretendo usar meus créditos para trocá-lo.
    Bjs!

    ResponderExcluir
  2. Ah tudo nesses livro parece perfeito. Eu quase o comprei, mas no dia de finalizar a compra, ele estava em falta :c Sorte sua ganhar este presentão de aniversário! rs' *Quotes perfeitos <3
    Beijo, .:Entretanto:.

    ResponderExcluir
  3. Cara, uma vez eu quase levei este livro! Mas depois vi que envolve um pouco de romance.. Mas afinal, um livro sem uma pitadinha de amor não é livro, né? Diva, adorei a resenha >3<

    Um grande beijo,

    Juu-Chan || Nescau com Nutella

    ResponderExcluir
  4. Depois dessa resenha, quero muito ler esse livro! Eu já tinha ouvido falar desse livro, mas nunca me interessei de verdade. Agora com certeza vou lê-lo.
    Kiss ~
    sibeleekpop.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. E que presente de aniversario em!
    A Lola é beeem "diferente" mesmo, tipo cada dia ser uma pessoa? shauhuahauhau
    Meus Deus, eu estou confusa agora, Lola não quer ver mais em hipótese alguma os gêmeos Bell, mas ela é completamente apaixonada por um deles???? Ok, agora eu estou querendo muito ler esse livro.
    Estou percebendo que ele é perfeito mesmo, e você senhorita Taís fica fazendo essas resenhas que me deixam sempre com vontade de ler. #solamentopraminhamãe

    “- Sei que você não é perfeita, mas são as imperfeições de uma pessoa que a torna perfeita para alguém.” Que perfeitaaa ♥♥

    Beeeeeeeeeeeeeeeeeijos s2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lola é meio doidona mesmo ashuahsuas'
      Sim, cada dia uma pessoa, em aparência física, quero dizer :3
      Exatamente kkkk' É que mesmo ela sendo apaixonada por um dos gêmeos Bell, ele machucou ela, então ela decidiu que não quer ver ele nunca mais.
      Leia Tifane, leia porque é perfeito! #SóLamentoPelaSuaMãe
      Quote perfect *-----*
      Beeeeeeeijooooooos! ♥

      Excluir
  6. Puxa que frase legal essa: “É estranho. Eu, a verdadeira eu, sou uma desconhecida.”
    E parece ser muito legal esse livro! Deve ser demais!
    Recomendado então né?

    De jeito nenhum, até parece que eu vou aceitar afiliação com esse blog né hahah
    É ÓBVIO QUE SIM!!!!!!!! Nem precisa pedir né hahah... Do jeito que eu só falo do MMS no meu blog hahah !!
    Beijinhos!!

    ResponderExcluir
  7. O estilo de romance que do qual eu nunca irei me cansar de ler =3 Já li Anna e o Beijo Francês, e posso afirmar que é tão bom quanto Lola! E o fato da autora unir as duas histórias nesse livro é ainda mais excitante para continuar a ler e se apaixonar, cada vez mais, pelos romances, personagens e a narrativa de Stephanie. Estou ansiosa para ler este e o Isla and the Happily Ever After, que eu já estou prevendo um pouco do que pode ser e estou vibrando de tão alegre <3 Sua mãe acertou no presente de aniversário, hein? ^_^
    Beijos, ótima resenha!... e quotes! <3

    ResponderExcluir
  8. ótima resenha amei <3.Fiquei curiosa para ler agora! Eu comecei a ler a resenha sem ver a capa, mania minha de imaginar a capa lendo sinopses. Quando fui vem a capa a Lola é bem parecida como eu imaginei, mas o Cricket é totalmente diferente '-'. Gostei muito da resenha, mesmoo.

    Beijoooos <33

    ResponderExcluir
  9. Gente, tá ai um livro que quero muuuito ler! cheguei a ler os primeiro capítulos disponibilizados pela editora, mas depois que fiquei sabendo que é bom ler Anna e o beijo Francês antes de lê-lo pois tem spoiler vou ter que esperar mais um pouco, e comprar os dois juntos, acabar um e pegar o outro <3
    Sua mãe é muito boa, hein! A minha bem que podia me dar uns livros de vez em quando, mas não o faz =/

    Kisses <3
    ♥ Meu jardim Secreto (ou clique no perfil)

    ResponderExcluir
  10. Já tem um tempão que eu quero ler esse livro, sério. u.u Obrigada por me deixar com mais vontade. aushaushuash'

    Compulsiva.

    ResponderExcluir